Vista do Villa Branca Website Portal Jacareí Fanpage Portal Jacareí
Home | Cadastre sua Empresa | Créditos                                                                              Sexta, 22 de Outubro de 2021
Logotipo Portal Jacareí
Acesso à página principal


  • Envie uma mensagem para Marcia Pavarini...
  • Outras matérias já publicadas...


    Antelope Canion - Arizona

    A Mística Beleza dos Canions Coloridos
    Por Márcia Pavarini - Texto e fotos

    Hoje, foi um dia gratificante. Visitei uma das mais belas atrações que compunham a minha lista de desejos. Trata-se da Reserva Nacional de ANTELOPE CANION, no Arizona, o desfiladeiro mais fotografado do sudoeste americano. Por que ele é especial? Continue lendo, e descubra o porquê.

    No Arizona, Estados Unidos, não faltam lugares pitorescos, mas um dos destinos mais deslumbrantes, que pertence à lista de desejos da maioria dos viajantes, é PAGE, cidade base para a visita ao icônico ANTELOPE CANION.

    A cidade de PAGE faz parte da NAÇÃO NAVAJO, cuja herança indígena americana, dos índios Navajos, compõe a sua história, e continua arraigada na rotina local.

    O Antelope Cânion é formado por dois desfiladeiros exclusivos, o chamado UPPER (de cima), onde a visita é ao nível do solo, e o LOWER (o de baixo), feita abaixo do nível do solo.

    Ambos, foram formados naturalmente pela erosão hídrica ao longo de milhões de anos.

    As forças naturais do vento e das águas, passaram os últimos 50 milhões de anos erodindo, cortando e descamando a superfície do planalto. Em razão dessas forças da natureza, aconteceu o milagre: o simples desgaste das camadas da rocha macia de arenito, foi revelando, lentamente, esse prodígio natural.

    Quando a luz do sol banha os paredões do desfiladeiro, esculpidos pela ação do tempo, a magia acontece. O feixe de luz e as diversas matizes provocam uma incandescente coloração nos paredões, formando um turbilhão de cores.

    Os contornos ondulados dos paredões, em tons de vermelho, púrpura, marrom, laranja, amarelo, dourado, terra cota, roxo desenham uma das mais espetaculares formações do universo dos Cânions na Terra.

    Não há visitante que não se emocione ou não se hipnotize com tamanha grandiosidade e encantamento. Poucas formações geológicas são tão pitorescas e inspiradoras, quanto o Antelope Cânion.

     

    VISITA AO LOWER ANTELOPE CANION

    Todos os passeios ou tours ficam sob a supervisão e administração de integrantes da tribo Navajo. O carro fica estacionado na sede da reserva, e dali, seguimos a pé até a entrada do LOWER ANTELOPE CANYON. Em razão da Covid19, é obrigatório o uso da máscara durante todo o passeio.

    São inúmeras escadarias, terra abaixo, até chegar no leito do cânion, onde a visita começa. As estreitas passagens, entre os paredões ondulados, e de cores vibrantes, é de uma indescritível beleza. O jogo de luzes, sombras, cores, reentrâncias e saliências, dão ao local a atmosfera de uma arrebatadora maravilha surreal.

    A emoção diante de tamanho deslumbramento, me arrancou lágrimas.

     
    VISITA AO UPPER ANTELOPE CANION

    São mais ou menos uns 6 quilômetros da sede até o UPPER ANTELOP, feitos em jipes 4X4 abertos, que ficam estacionados na entrada do Cânion. Cada grupo é composto de, no máximo, 7 pessoas, para não haver aglomeração durante a visitação pelos corredores.

    O vão da entrada, é gigantesco, ele leva à uma câmara com mais ou menos 36 metros de altura. Dali, inicia-se a caminhada de uns 3 quilômetros dentro do desfiladeiro, entre paredões naturalmente coloridos.

    Os feixes de luzes criam contornos e sombras, formando inúmeras figuras, entre outras, o “urso sentado”, o “Antílope”, o “por do sol”, a “Phoenix”.

    Este Cânion é um dos locais mais fotogênicos da Terra. Algumas fotos dali, foram vendias por milhões de dólares. A melhor hora para fotografar é entre 10:30 e 13 horas, momento em que o sol se alinha com a fenda do cânion.

     

    COMO CHEGAR EM PAGE

    PAGE, no Arizona é parada obrigatória para quem deseja explorar os grandes Parques Nacionais Americanos e as belezas do Sudoeste dos Estados Unidos.

    A cidade é base para conhecer lugares imperdíveis e de grande beleza, como o ANTELOPE CANYON, o LAKE POWELL, HORSEBEND SHOE, O GRAND CANYON, BRICE CANYON, VERMILLION CLIFFS, e outras atrações de tirarem o folego.

     

    O QUE FAZER EM 3 DIAS EM PAGE

    1- Visitar e fotografar o Antelope Canyon (o LOWER e o UPPER) lugar mais surreal e fotogênico que já visitei na vida.

    2- Visitar o HORSESHOE BEND que fica a uns 20 quilômetros de Page– É um espetáculo que a natureza criou, onde o Rio Colorado contorna uma gigantesca rocha, em forma de ferradura, daí o nome “HORSESHOE BEND. A vista mais impressionante dessa atração, é a partir de um vertiginoso mirante, que fica 300 metros de altura sobre o Rio Colorado. O acesso ao mirante se faz por uma caminhada de uns 3 quilômetros, a partir da estrada US 89. O acesso também pode ser por barco, mas a vista não é tão espetacular.

    3- Fazer passeios de barco e “curtir” o visual do Lake Powell, que banha a cidade de Page. Ele é o segundo maior reservatório de água nos Estados Unidos, apenas atras do Lake Mead.

    4- Comprar ou admirar as belíssimas joias e bijuterias dos índios Navajos, elaboradas em prata e turquesa. A melhor opção para chegar em Page, é voar até Las Vegas, e de lá seguir em carro, ônibus ou com um tour. Page fica a umas 4,5 horas de carro de Las Vegas.

     

    ONDE SE HOSPEDAR EM PAGE, no Arizona

    Page é uma cidade com ótima infraestrutura turística, e oferece hospedagem para todos os bolsos e estilos do visitante. Para encontrar ofertas de hospedagem uma ótima opção é usar a busca pelo Booking.com.

     

    COMPANHIA DE TURISMO QUE FAZ OS PASSEIOS

    Antelope Slot Canyon – Recomendado pelo TripAdvisor antelopeslotcanyon.com +1 928-645-5594
    Os passeios são muito concorridos, a dica é marcar com bastante antecedência.  

    Quando algo de bom acontece, viaje para celebrar
    Quando algo de ruim acontece, viaje para esquecer
    Quando nada acontece, viaje para acontecer


    Fonte: Márcia Pavarine




  • Márcia Pavarini
    Ao longo de vários anos Márcia Pavarini percorreu o mundo viajando por todos os continentes e até aos Pólos. Foi anotando suas aventuras em diários que, hoje, perfazem aproximadamente 5.000 páginas. Ela esteve, até agora, em 240 países, de acordo com o critério de contagem da Travelers Century Club TCC. Na Coluna “Diário das 1001 Viagens” Márcia Pavarini divide com os internautas, do Portal, as experiências vivenciadas durante suas andanças.

    + Espaço do Consumidor
    Imagem Pesquisa de taxa de juros do Procon-SP


     
    Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2005 - Todos os direitos reservados